Museu Nacional - UFRJ

Heliconia bihai

  

HeliconaHelicona

 

Nome científico: Heliconia bihai (L.) L.

Família: Heliconiaceae.

Nomes populares: Pássaro-de-fogo, Bijao, Bananeira-silvestre, Caetê-vermelho, Helicônia, Pacova-branca, Platanera-silvestre, Platanillo e Tracoá

Origem: América do Sul.

Altura média: 1,5 a 4 m.

Características morfológicas: Seu caule é rizomatoso, ou seja, cresce horizontalmente. Nos caules surgem longos pecíolos eretos e invaginantes, que sustentam folhas grandes, elípticas a lanceoladas, alternas, de cor verde e com nervuras marcadas. As inflorescências são eretas e do tipo espiga e são formadas por brácteas grandes, de coloração vermelho alaranjado e com a margem superior verde. As flores são pequenas, tubulares, brancas e nectaríferas. Seus frutos são azulados e do tipo drupa, sendo carnoso e possuindo apenas uma semente.

Utilidades econômicas: Sua inflorescência pode ser utilizada como flor de corte, por conta de sua beleza, durabilidade e resistência ao manuseio e ao transporte. Esta espécie também pode ser utilizada no paisagismo.

Características interessantes: Suas flores têm como principais polinizadores beija-flores e morcegos. Esta planta é usada como símbolo para representar o partido político do Movimento Nacional do Povo de Trinidad e Tobago (People's National Movement), bem como pelo Partido Progressista Martinique (Parti Progressiste Martiniquais) do Departamento Ultramar Francês da Martinica, nas Índias Ocidentais.

No Horto: Ocorre em dois locais úmidos.

 

Voltar ao Topo


Localização

Quinta da Boa Vista, São Cristóvão

Rio de Janeiro - RJ

CEP: 20940-040

(Veja no Google)

Expediente

Nossas exposições estão fechadas ao

público por tempo indeterminado em

virtude do incêndio que destruiu

grande parte de nossas coleções.

Contato

Informações: museu@mn.ufrj.br

Direção: falecomdiretor@mn.ufrj.br

Assessoria de Imprensa: imprensa@mn.ufrj.br

Visitas em Grupo: agendamento.nap@mn.ufrj.br

Copyright © Museu Nacional/UFRJ

WEBDESIGNER: Yuri Guerreiro