Linhas de Pesquisa

  • Biologia Reprodutiva das Angiospermas

    Abrange estudos sobre biologia floral, mecanismos de polinização, sistemas reprodutivos e fenologia de angiospermas, visando conhecer melhor as relações plantas/animais, bem como subsidiar ações de manejo de recursos naturais.

    PROJETOS

    Biologia floral e reprodutiva das Angiospermas, com ênfase em relações planta-animal – Dra. Heloisa Alves de Lima Carvalho, Dra. Bárbara de Sá-Haiad, Dra. Lygia Dolores Ribeiro de Santiago Fernandes & Dra. Vânia Gonçalves Lourenço Esteves

    Abrange estudos sobre biologia floral, mecanismos de polinização, sistemas reprodutivos e fenologia de angiospermas, visando conhecer melhor as relações plantas/animais, bem como subsidiar ações de manejo de recursos naturais.

     

  • Comunidades Vegetais: Florística, Ecologia, Fitogeografia e Conservação

    Abrange estudos florísticos, fitogeográficos e de estrutura de comunidades bem como estudos de interação entre espécies de remanescentes de vegetação nativa em ecossistemas brasileiros, buscando subsidiar ações de conservação e manejo de recursos naturais.

    PROJETOS

    Estudos florísticos em ecossistemas brasileiros, com ênfase na Região Sudeste – Dra. Rosana Conrado Lopes, Dra. Andrea Ferreira da Costa, Dra. Cássia Mônica Sakuragui, Dra. Genise Vieira Somner, Dr. Jorge Fontella Pereira,  Dr. José Fernando Andrade Baumgratz, Dr. Marcelo Trovó Lopes de Oliveira, Dr. Ruy José Válka Alves

    Estuda a flora de distintos ecossistemas, através de inventários florísticos, produzindo floras regionais.

    Estudos da vegetação insular e montana, com ênfase na região Sudeste – Dr. Ruy José Válka Alves & Dra. Mariângela Menezes

    Estuda as floras, estrutura e a dinâmica de remanescentes de vegetação insular e montana em vegetação campestre e Cerrado.

  • Morfologia de Embriófitos

    Abrange estudos anatômicos dos eixos vegetativo e reprodutivo, bem como estudos palinológicos, visando caracterizar espécies e grupos taxonômicos, conhecer aspectos funcionais além de subsidiar análises taxonômicas e filogenéticas.

    PROJETOS

    Anatomia dos órgãos vegetativos – Dr. Ricardo Cardoso Vieira,  Dra. Bárbara de Sá-Haiad, Dra. Ana Claudia de Macêdo Vieira, Dra. Andrea Ferreira da Costa & Dra. Lana da Silva Sylvestre

    Estuda a morfologia e anatomia dos órgãos vegetativos das angiospermas, fornecendo subsídios à taxonomia e à interpretação das influências ambientais.

    Estrutura e desenvolvimento do eixo reprodutivo das Embriófitas – Dra. Lygia Dolores Ribeiro de Santiago-Fernandes, Dra. Heloisa Alves de Lima Carvalho & Dra. Bárbara de Sá-Haiad

    Estuda a anatomia e desenvolvimento florais, a fecundação, o desenvolvimento do embrião, da semente e do fruto.

    Palinologia e palinotaxonomia – Dra. Vânia Gonçalves Lourenço Esteves & Dra. Claudia Barbieri Ferreira Mendonça

    Estuda os grãos de pólens e esporos, visando reconhecer tipos polínicos, que poderão subsidiar as várias aplicações da palinologia bem como a taxonomia dos grupos.

  • Taxonomia e Ecologia de Criptógamos

    Abrange estudos sobre algas (ambientes continentais e marinhos), briófitas e pteridófitas, abordando aspectos taxonômicos e florísticos, bem como a estrutura e dinâmica das comunidades onde ocorrem.

    PROJETOS

    Comunidades Fitobentônicas do litoral brasileiro, com ênfase na Região Sudeste: levantamento florístico, flora, ecologia e biologia de macroalgas marinhas – Dra. Maria Beatriz Barbosa de Barros Barreto & Dra. Maria Tereza Menezes de Széchy

    Estuda as comunidades de costões rochosos do litoral brasileiro, com ênfase na região sudeste, onde as macroalgas são dominantes, através de diferentes abordagens, enfocando questões taxonômicas, caracterização de populações de espécies de interesse ecológico e de estrutura de comunidades de diferentes ambientes.

    Ecologia do Fitoplâncton de lagos naturais e rios – Dra. Lúcia Helena Sampaio da Silva & Dra. Vera Lúcia de Moraes Huszar

    Estuda as associações fitoplanctônicas em ambientes lóticos e lênticos naturais continentais através de análises de composição florística e biomassa das comunidades, buscando conhecer suas estratégias adaptativas, suas distribuições espaciais e temporais, bem como os fatores que regulam as associações dominantes.

    Ecologia do Fitoplâncton de reservatórios – Dra. Lúcia Helena Sampaio da Silva, Dra. Vera Lúcia de Moraes Huszar & Dra. Mariângela Menezes

    O projeto visa conhecer a dinâmica espacial e temporal do fitoplâncton de reservatórios a partir da análise de sua flutuação em decorrência das características climatológicas e geológicas da região, morfometria, ciclo hidrológico, tempo de residência da água, altura da tomada de água, bem como diferentes variáveis físicas e químicas da água. Além disso, a herbivoria pelo zooplâncton e peixes e a competição entre as espécies fitoplanctônicas são aspectos também importantes para o entendimento da dinâmica do fitoplâncton nesses ambientes.

    Microalgas epicontinentais, costeiras e marinhas brasileiras, com ênfase na Região Sudeste – Dra. Mariângela Menezes, Dr. Fabiano Salgueiro & Dra. Vera Lúcia de Moraes Huszar

    Estuda a flora, a taxonomia bem como aspectos evolutivos, filogenéticos e biogeográficos de microalgas epicontinentais, costeiras e marinhas no Brasil reunindo diferentes técnicas de análises morfológicas, químicas, toxicológicas e de biologia molecular, gerando subsídios ao conhecimento, conservação e gerenciamento dos recursos naturais no País.

    Taxonomia e ecologia de samambaias e licófitas neotropicais – Dra. Lana da Silva Sylvestre, Dra. Maria Beatriz Barbosa de Barros Barreto & Dra. Adriana Quintella Lobão

    Estuda a variabilidade morfológica e genética, e o tratamento taxonômico de diferentes grupos de pteridófitas neotropicais através do estabelecimento de chaves, descrições e ilustrações dos táxons, bem como de suas relações filogenéticas. Desenvolve levantamentos florísticos dos táxons ocorrentes em diferentes áreas ou ecossistemas, especialmente no estado do Rio de Janeiro, permitindo análises fitogeográficas e conservacionistas.

    Taxonomia e ecologia de briófitas – Dra. Nívea Dias dos Santos

    Promove o estudo taxonômico de diferentes grupos de briófitas neotropicais através do estabelecimento de chaves, descrições e ilustrações dos táxons, bem como de suas relações filogenéticas. Desenvolve levantamentos florísticos das briófitas ocorrentes em diferentes áreas ou ecossistemas, permitindo análises fitogeográficas e conservacionistas.

  • Diversidade e Evolução de Angiospermas

    Abrange estudos taxonômicos, filogenéticos, fitogeográficos, filogeográficos em angiospermas, com a utilização de dados da morfologia e do genoma, visando a compreensão de padrões e processos evolutivos da biodiversidade do país. Inclui também estudos florístico-taxonômicos em unidades de conservação, estados da federação, além da Flora do Brasil 2020.

    PROJETOS

    Estudos taxonômicos e sistemáticos em Angiospermas Basais e Monocotiledôneas – Dra. Andrea Ferreira da Costa, Dra. Adriana Quintella Lobão, Dra. Cassia Mônica Sakuragui, Dr. Fabiano Salgueiro, Dr. José Fernando Andrade Baumgratz, Dra. Luci de Senna-Valle, Dr. Marcelo Trovó Lopes de Oliveira, Dra. Rosana Conrado Lopes, Dr. Ruy José Válka Alves, Dra. Tânia Wendt & Vânia Gonçalves Lourenço Esteves

    Estuda a variabilidade morfológica e genética visando solucionar problemas de delimitação de complexos de espécies, e realiza o tratamento taxonômico nas famílias de Angiospermas Basais e Monocotiledôneas através do estabelecimento de chaves, descrições e ilustrações dos táxons, bem como de suas relações filogenéticas. Desenvolve levantamentos florísticos dos táxons ocorrentes em diferentes áreas ou ecossistemas, permitindo análises fitogeográficas e conservacionistas.

    Estudos taxonômicos e sistemáticos em Asterídeas – Dra. Cassia  Mônica Sakuragui, Dra. Adriana Quintella Lobão, Dra. Genise Vieira Somner, Dr. Jorge Fontella Pereira, Dr. Marcelo Trovó Lopes de Oliveira, Dra. Rosana Conrado Lopes & Dr. Ruy José Válka Alves

    Estuda a variabilidade morfológica e genética, e o tratamento taxonômico de diferentes grupos de Asterídeas através do estabelecimento de chaves, descrições e ilustrações dos táxons, bem como de suas relações filogenéticas. Desenvolve levantamentos florísticos dos táxons ocorrentes em diferentes áreas ou ecossistemas, permitindo análises fitogeográficas e conservacionistas.

    Estudos taxonômicos e sistemáticos em Rosídeas – Dr. José Fernando Andrade Baumgratz, Dra. Andrea Ferreira da Costa, Dra. Cassia Mônica Sakuragui, Dr. Fabiano Salgueiro, Dra. Genise Vieira Somner, Dra. Luci de Senna-Valle & Dr. Ruy José Válka Alves

    Estuda a variabilidade morfológica e genética, e o tratamento taxonômico de diferentes grupos de Rosídeas através do estabelecimento de chaves, descrições e ilustrações dos táxons, bem como de suas relações filogenéticas. Desenvolve levantamentos florísticos dos táxons ocorrentes em diferentes áreas ou ecossistemas, permitindo análises fitogeográficas e conservacionistas.

    Sistemática de plantas vasculares de ecossistemas aquáticos continentais do Brasil – Dra. Claudia Petean Bove, Dra. Claudia Barbieri Ferreira Mendonça & Dra. Vânia Gonçalves Lourenço Esteves

    O projeto visa estudar a sistemática de plantas hidrófilas vasculares, compreendendo levantamentos florísticos, estudos morfológicos, análises filogenéticas e fornecendo revisões taxonômicas, chaves de identificação e padrões de distribuição geográfica.

  • Etnobotânica

    Abrange estudos multidisciplinares que integram as contribuições entre a antropologia e a botânica, evidenciando as interações entre as sociedades humanas e as plantas. Consiste também no estudo dos usos tradicionais dos vegetais pelo homem.

    PROJETOS

    Estudos etnobotânicos em comunidades tradicionais brasileiras – Dra. Luci de Senna-Valle, Dra. Cássia Mônica Sakuragui & Dra. Rosana Conrado Lopes

    Abrange estudos sobre a identificação, usos e aplicações de plantas de conhecimento tradicional de comunidades rurais, pomeranas, quilombolas e indígenas, bem como aspectos fitoquímicos relacionados com a validação do uso das referidas plantas.

    Etnobotânica Histórica – Dra. Luci de Senna-Valle

    Abrange estudos sobre o resgate de informações acerca das plantas deixados por instituições ou personagens de influência histórica na Botânica e áreas correlatas. Desenvolvidos através de registros preservados em fontes textuais e iconográficas, estes estudos buscam contribuir para o conhecimento histórico da diversidade vegetal brasileira, recuperando e disponibilizando para o Brasil e para o mundo dados e imagens de plantas úteis.

  • Coleções Biológicas

    Tem como objetivo o tratamento curatorial e formação de recursos humanos no manejo de coleções biológicas através das atividades de restauração, informatização e diagnóstico do acervo.

    PROJETO

    O Herbário do Museu Nacional: 180 anos de história e ciência – Dra. Andrea Ferreira da Costa, Dr. Ruy José Válka Alves, Dra. Luci de Senna-Valle, Dra. Mariângela Menezes, Dra. Claudia Petean Bove, Dr. Jorge Fontella Pereira & Dra. Lana da Silva Sylvestre

    Tem como objetivo a restauração, informatização, disponibilização e diagnóstico das coleções do Herbário do Museu Nacional, um dos mais antigos e importantes da América Latina. O herbário é membro do INCT-Herbário Virtual da Flora e dos Fungos do Brasil e participante do SiB-Br (Sistema sobre Biodiversidade Brasileira, MCTI). Além das atividades curatoriais o projeto tem formado alunos em nível de graduação. O projeto tem auxílio da FAPERJ e do CNPq.