O Filo Mollusca é reconhecido como um dos maiores grupos zoológicos em número de espécies, possuindo uma extraordinária história de radiações adaptativas, que originou representantes em vários biomas marinhos, terrestres e límnicos. No ambiente marinho, em particular, Mollusca é o grupo animal com maior riqueza de espécies, adaptado a praticamente qualquer hábito de vida ou exploração de recursos.

Levantamentos sobre o número de espécies de moluscos viventes variam entre 76.000 e 120.000 espécies conhecidas, com estimativas de 200.000 espécies, incluindo aquelas por descobrir.

No Brasil, o número de espécies conhecidas de moluscos ainda pode ser considerado subestimado, e o estudo taxonômico básico é fundamental para que se conheça a diversidade de moluscos e sua distribuição geográfica, como base para ações de conservação.

O Setor de Malacologia do Museu Nacional atua no sentido de conhecer a diversidade de moluscos no Brasil, efetuando levantamentos faunísticos, revisões taxonômicas e estudos de morfologia comparada.

 

 

Contato

Setor de Malacologia, Departamento de Invertebrados, Museu Nacional/UFRJ
Quinta da Boa Vista s/n, São Cristóvão, Rio de Janeiro, RJ, Brasil • 20540-040

Tel. (21) 3938-1129 • 3938-1180

 

Avisos

Disponível a consulta aos registros da Coleção de Mollusca através do portal SiBBR - veja na página sobre a coleção.

XXV Encontro Brasileiro de Malacologia - Mossoró, 19 a 23de junho de 2017 - http://ebram2017.ufersa.edu.br/