VASO PINTADO KADIWÉU
Mato Grosso; ø 22 x 13 cm
Museu Nacional

Cerâmica

Cerâmica é a prática de confeccionar artefatos de argila e submetê-los à combustão em alta temperatura. No século XIX, o grau de desenvolvimento de um povo era medido pela existência ou não da produção de cerâmica e por seu apuro técnico. Grupos como os Botocudos que, presumia-se, não eram capazes de produzir cerâmica, eram considerados rudimentares. No século XX, a comparação com a cerâmica popular produzida em diversas regiões era pretexto para aferir queda de qualidade e originalidade da cerâmica indígena. No entanto, as peças expostas na seção de Etnologia Indígena Brasileira permitem uma comparação entre a produção tradicional e a atual, fonte de renda importante para muitos povos. Alguns deles passaram inclusive a produzir seguindo o gosto e os temas da cultura massiva.