VITRINE EM EXPOSIÇÃO NO MUSEU NACIONAL
Arqueologia Pré-Colombiana

Acervo com 20 Milhões de Itens

O acervo histórico e científico do Museu Nacional é composto por peças  representativas do mundo natural e da produção humana, oriundas do Brasil e de outras partes do mundo. De seu acervo histórico/arqueológico, destacam-se a coleção egípcia, que começou a ser adquirida pelo imperador Dom Pedro I e a coleção de arte e artefatos greco-romanos, da Imperatriz Teresa Cristina. Cabe ressaltar que o Museu Nacional herdou os acervos de história natural e antropológico que figuraram no Museu do Imperador – o espaço do colecionador Dom Pedro II. Sua origem está  relacionada aos gabinetes de maravilhas, comuns nos séculos XVIII e XIX, quando  nobres colecionavam objetos curiosos e estranhos a seu cotidiano e os exibiam aos amigos. Ao longo de seus quase 200 anos, o acervo cresceu  como resultado das pesquisas científicas realizadas. Como todo museu, só uma pequena parte do acervo está exposta.