Museu Nacional - UFRJ

Jardim das Princesas

Foi utilizado como um espaço para a contemplação, satisfação, proveito e recreação dos antigos moradores do Paço. Apesar de o Jardim ser identificado em plantas da residência do período de D. João VI, ele é mais citado em biografias sobre D. Pedro II e sua filha Isabel.

A ornamentação do jardim segue o romantismo vigente na segunda metade do século XIX. Com três bancos largos e oito pequenos (que podem ser considerados tronos), dois chafarizes, e muros enfeitados com guirlandas em alto-relevo todas trabalhadas em mosaico de louças. Foi utilizada a técnica do embrechamento, que consiste na colagem sobre o cimento fresco de conchas e restos de louça inglesa provenientes dos serviços da família imperial. A referida técnica foi realizada na Itália renascentista, provavelmente de conhecimento da Imperatriz Thereza Cristina.

Antigamente, haviam seis estátuas de deusas gregas, posteriormente transferidas para o Jardim Terraço (jardim localizado na frente do palácio) em 1910. Há alguns anos elas foram retiradas novamente do local . Atualmente as estátuas estão sob guarda da administração do Museu, necessitando serviços de restauração.

O Jardim está atualmente fechado para visitação e com planos para ser restaurado.

Imagem recente do Jardim das Princesas

Detalhe do banco pequeno do tipo largo decorado com fragmentos com louças e conchas marinhas

Esquerda, imagem recente do Jardim das Princesas. Direita, detalhe do banco pequeno do tipo largo decorado com fragmentos com louças e conchas marinhas.

« Voltar | Voltar ao Topo


Localização

Quinta da Boa Vista, São Cristóvão

Rio de Janeiro - RJ

CEP: 20940-040

(Veja no Google)

Expediente

As exposições do Museu

estão abertas todos os dias.

Clique abaixo para detalhes do horário.

(Ver horários)

Contato

Informações: museu@mn.ufrj.br

Sugestões: museu.virtual@mn.ufrj.br

Assessoria de Imprensa: imprensa@mn.ufrj.br

Visitas em Grupo: agendamento.nap@mn.ufrj.br

Copyright © Museu Nacional/UFRJ

WEBDESIGNER: Jenyfer Lima