Museu Nacional - UFRJ

Capela São João Batista

No período colonial português era senso comum os palácios possuírem capelas para a realização de missas de caráter mais íntimo da família. Na residência de D. Pedro II, a partir da ampliação do palácio em 1850, foi construída a Capela São João Baptista, também identificada como Capela Imperial.

A capela foi um monumental espaço religioso sendo distribuído entre o primeiro e o segundo pavimentos. O primeiro piso continha imagens e pinturas sacras e, por ser espaçoso, sugerimos ter sido o cenário delimitado para a participação escrava. No segundo andar, a partir da foto do início do século XX utilizando o local para exposição de animais de grande porte, identificamos à direita tribunas como ambientes nobres para familiares e visitantes assistirem à missa.

Com as obras de adaptação do interior do Museu Nacional, em 1910, o local da antiga Capela foi dividido: o segundo pavimento abrigou a biblioteca da instituição e o térreo ficou para o Departamento de Geologia e Paleontologia. Posteriormente, a sala do segundo pavimento voltou a expor os grandes animais.

Esqueleto de baleia no centro da sala da antiga Capela São João Baptista

Parte da mesma utilizada como Biblioteca no segundo pavimento

Fotos: Esquerda, esqueleto de baleia no centro da sala da antiga Capela São João Baptista. Direita, parte da mesma utilizada como Biblioteca no segundo pavimento.

« Voltar | Voltar ao Topo


Localização

Quinta da Boa Vista, São Cristóvão

Rio de Janeiro - RJ

CEP: 20940-040

(Veja no Google)

Expediente

As exposições do Museu

estão abertas todos os dias.

Clique abaixo para detalhes do horário.

(Ver horários)

Contato

Informações: museu@mn.ufrj.br

Sugestões: museu.virtual@mn.ufrj.br

Assessoria de Imprensa: imprensa@mn.ufrj.br

Visitas em Grupo: agendamento.nap@mn.ufrj.br

Copyright © Museu Nacional/UFRJ

WEBDESIGNER: Jenyfer Lima