Marília Lopes Facó Soares

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1C

Doutora, Unicamp, 1992
Linha de pesquisa: Povoamento do território brasileiro

E-mail: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 


Marília Facó Soares é doutora na área de Linguística (UNICAMP, 1992). Sua tese de doutorado versou sobre a língua Tikuna, que, falada pelo maior grupo indígena do Brasil, possui também falantes no Peru e na Colômbia.
É Professora Associada II do Departamento de Antropologia do Museu Nacional.
Prossegue com suas investigações sobre a língua Tikuna e conhece línguas da família Tupi-Guarani, assim como línguas da família lingüística Pano. Possui atuação no campo da educação indígena, com assessoria, por mais de dez anos, a projetos diretamente voltados para populações indígenas. Coordenou projetos de colaboração com equipes francesas no âmbito do acordo CAPES/COFECUB. Atuou como pesquisadora no CNRS (1994), junto ao então Laboratório de Etnolinguística Ameríndia, atual Centre d’Etudes des Langues Indigènes d’Amérique (CELIA). Em 2003, coordenou e executou a parte de lingüística do CD-Rom Magüta Arü Inü (Pensamento dos Magüta), que, sob a coordenação geral de Priscila Faulhaber, recebeu o prêmio Rodrigo de Melo Franco de Andrade (IPHAN-2003) na categoria inventários e acervos de pesquisa. Recebeu ainda, em 2000, 2002, 2004, 2006 e 2008, prêmio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro – FAPERJ (Cientistas do Nosso Estado ) pela elaboração de projetos voltados para línguas indígenas. Atualmente, é coordenadora do Grupo de Pesquisa Línguas Indígenas: Fonologia, Gramática e História (cadastrado no CNPq desde maio de 2002) e do Grupo de Trabalho Línguas Indígenas Brasileiras da ANPOLL- Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Língüística. Também coordena o projeto "Rede de Formação de Novos Pesquisadores em Línguas Indígenas Brasileiras", que envolve a UFRJ, a UNICAMP e a UnB e foi aprovado pela CAPES em 2008 no âmbito do PROCAD. Participa,
na condição de pesquisadora, do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Toxinas - INACITECTOX ( Subprograma Ações em Saúde [Clínica, Difusão, Produção]; Tema Determinantes sócio-culturais e históricos das práticas populares de prevenção e cura dos acidentes por animais venenosos), que, coordenado por Osvaldo Augusto Brazil Esteves Sant’anna e com sede no Instituto Butantan, foi contemplado no Instituto do Milênio - Edital CNPq 15/2008. Atua como docente nos Programas de Pós-Graduação em Lingüística (Faculdade de Letras/UFRJ) e de Antropologia Social (Museu Nacional/UFRJ). Suas principais áreas de atuação são: teoria e análise lingüística, lingüística histórica, lingüística aplicada e línguas indígenas.

 

 

Disciplinas oferecidas

 

Participação em projetos

  • Línguas da Amazônia Brasileira: Variação Lingüística e Estudos de Fonologia, Gramática e História (coordenação)
  • Rede de Formação de Novos Pesquisadores em Línguas Indígenas Brasileiras (coordenação)
  • Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Toxinas - INACITECTOX (subprograma Ações em Saúde [Clínica, Difusão, Produção]; Tema Determinantes sócio-culturais e históricos das práticas populares de prevenção e cura dos acidentes por animais venenosos) (pesquisadora)


Outras atividades

  • Representante dos Professores Adjuntos na Congregação do Museu Nacional / UFRJ
  • Responsável pelo Setor de Lingüística do Departamento de Antropologia / MN / UFRJ
  • Representante do Museu Nacional junto a ANPOLL
  • Membro do Corpo Editorial dos Periódicos: Mana (Rio de Janeiro); Revista do Museu Nacional; Laços – Revista da Associação de Estudos da Linguagem do Rio de Janeiro


Associações Científicas

  • Associação Brasileira de Lingüística (ABRALIN)
  • Associação Brasileira de Antropologia (ABA)
  • Sociedade Brasileira de Fonética
  • Associação de Lingüística e Filologia da América Latina (ALFAL)
  • Society for the Study of the Indigenous Languages of the Americas (SSILA)
  • Associação de Estudos da Linguagem do Rio de Janeiro (ASSEL-RIO)
  • Asociación Latinoamericana de Estudios del Discurso (ALED)
  • Grupo de Estudos Lingüísticos do Nordeste (GELNE)


Publicações disponíveis em pdf (clicar)

 

Links pessoais