Paisagem e Paleoetnobotânica

Disciplina

Paisagem e Paleoetnobotânica

Código

MNA 784

Professor Responsável

Rita Scheel-Ybert

Ementa

Esta disciplina visa fornecer noções básicas em reconstituição paleoambiental e em paleoetnobotânica em contextos arqueológicos, oferecendo um panorama das principais fontes de dados e indicadores utilizados nestes estudos e capacitando o aluno a interpretar os resultados de análises arqueobotânicas e correlacioná-los com o contexto cultural no qual os dados se originaram.

Sumário

• Arqueobotânica e paleoetnobotânica: estudos de macro- e micro-restos vegetais em contexto arqueológico;
• Ecofatos;
• Métodos de datação;
• Introdução à análise paleoambiental e paleoclimática: clima e variações climáticas; sistemas climáticos; ação antrópica;
• Introdução a conceitos fundamentais de ecologia, ecossistemas vegetais e etnobotânica: subsídios à interpretação de dados arqueobotânicos;
• Metodologias de coleta e conservação de vestígios arqueobotânicos durante a escavação arqueológica: resgate de vestígios carbonizados, dessecados ou alagados;
• Paisagem;
• Interpretação do registro arqueobotânico em relação aos contextos deposicionais e culturais.

Bibliografia

BOURQUIN-MIGNOT, C.; BROCHIER, J. E.; CHABAL, L.; CROZAT, S.; FABRE, L.; GUIBAL, F.; MARINVAL, PH.; RICHARD, H.; TERRAL, J. F. & THÉRY-PARISOT, I. 1999. La Botanique. Collection “Archéologiques”, Paris, ed. Errance. pp 171-187.
BRADLEY, R.S. 1985. Quaternary paleoclimatology. Methods of paleoclimatic reconstruction. Unwin Hyman, Boston.
CHABAL, L. 1997. Forêts et sociétés en Languedoc (Néolithique final, Antiquité tardive) : L'anthracologie, méthode et paléoécologie. Documents d'Archéologie Française, Paris, n. 63.
GOUVEIA, C. R.; SUGUIO, K.; OLIVEIRA, A. M. S. & OLIVEIRA, P. E. 2005. Quaternário do Brasil. Ribeirão Preto, ABEQUA, Holos Editora.
HASTORF, C.A. & POPPER, V.S. (eds.). 1988. Current Paleoethnobotany: analytical methods and cultural interpretations of archaeological plant remains. Chicago: The University of Chicago Press.
PEARSALL, D.R. 2000. Paleoethnobotany: a handbook of procedures. Academic Press, San Diego.
SALGADO-LABOURIAU, M.L. 1994. História Ecológica da Terra. São Paulo, Edgard Blücher. 307 p.
SCHEEL-YBERT, R. 1999. Considerações sobre o método de datação pelo carbono-14 e alguns comentários sobre a datação de sambaquis. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, S. Paulo, 9: 297-301
THÉRY-PARISOT, I. 2001. Économie des combustibles au Paléolithique. Paris: CNRS. 196 pp.
THIÉBAULT, S. (ed.). 2002. Charcoal analysis: methodological approaches, palaeoecological results and wood uses. British Archaeological Reports International Series 1063.
VERNET, J.-L. (org.). 1992. Les charbons de bois, les anciens écosystèmes et le rôle de l’homme. Actes du Colloque. Bull. de la Société Botanique de France, Actual. bot., 139 (2/3/4). 725p.

Home Disciplinas Conteúdo Disciplinas Paisagem e Paleoetnobotânica